Adsense Cabeçalho

PiTacO do PapO - 'Matthias e Maxime' | 2019

NOTA 8.0

Por Rogério Machado

Da janela de um carro, Maxime espia um outdoor que estampa uma família formada por um casal de homem e mulher com duas crianças onde se anuncia uma marca de pão e se lê  'O pão da sagrada família'.  Esta poderia ser apenas uma sequência sem importância se não soubéssemos o quanto o cinema do canadense Xavier  Dolan ('Amores Imaginários' - 2010)  pode ser categórico ao se empenhar em pregar o amor livre de preconceitos. 'Mathias & Maxime', seu mais novo trabalho, não foge a regra mas ao mesmo tempo não vocifera aos quatro cantos da tela;  é sutil na abordagem. 


Na história conheceremos Mathias (Gabriel D'Almeida Freitas) , um jovem casado e com uma carreira em ascensão. Já Maxime (Xavier Dolan), que faz parte do grupo mais próximo de amigos de infância que já estão beirando os 30 anos,   é um jovem perdido, que busca uma oportunidade de trabalho  na vida. Maxx tem uma lar disfuncional , mas nem por isso tem a cabeça fora do lugar; é um rapaz sensato e responsável. 
'
Depois de topar fazer parte das filmagens de um curta de estudantes, Matthias e Maxime descobrem que terão que se beijar diante da câmera. O desconforto surge e a cena provoca emoções confusas e abala a amizade dos dois de um jeito que eles nunca poderiam imaginar. Maxime está de mudança para a Austrália à procura de trabalho e precisa resolver esse mal estar entre eles o mais rápido possível. 

No que diz respeito aos apuros técnicos da obra, há que se ressaltar a delicadeza de Dolan nos enquadramentos, por mais despretensiosas que pareçam as sequências: como quando a câmera se afasta colocando em destaque o entorno de uma janela em que amigos conversam, ou ainda no encontro às escondidas dos rapazes, também visto do lado de fora de uma janela já embaçada com a chuva que começa a cair.  A trilha sonora recheada de pop  e sinth-pop (destaque para a clássica 'Always on My Mind' na roupagem marcante do Pet Shop Boys), os curtos planos em tons contemplativos e a fotografia merecem ser ressaltados. 

'Matthias e Maxime', ainda sem data de estreia no Brasil, nos conta sobre amor sem rótulos, escolhas e liberdade. É o cinema de Xavier Dolan sendo o cinema de Xavier Dolan, mas ainda sim longe do potencial do jovem cineasta.


Vale Ver !


Nenhum comentário