Adsense Cabeçalho

PiTacO do PapO - ' Pai em Dose Dupla 2' | 2017

NOTA 8.5

Por Rogério Machado

Fim de ano chegando e as famosas produções de temporada sempre dão as caras nos cinemas. A maior delas esse ano reúne um elenco invejável e também inusitado por assim dizer: Mel Gibson e Jonn Lithgow se juntam a Mark Wahlberg e Will Ferrell na sequência da comédia 'Pai em Dose Dupla' que chegava aos cinemas em janeiro de 2016. Eis que nem dois anos após primeira incursão nos cinemas, a dupla que vive (ou vivia) em pé de guerra, está de volta. 


Desta vez os já conhecidos Brad (Ferrell) e Dusty (Wahlberg), na altura do campeonato, alcançaram o status impossível – amizade e co-parentalidade. Tudo está indo bem até a chegada de Kurt (Gibson), o pai machista de Dusty, e Don, o pai ultra-sensível de Brad (Lithgow), que chegam a tempo para o Natal. Oposto ao seu estilo progressivo de parentalidade, Kurt promete tocar fogo na rotina desta família. À medida que as diferenças começam a aparecer, Brad e Dusty precisam trabalhar juntos para sobreviver ao Natal da família e provar que o estilo de pais modernos funciona.

Apesar de não ter agradado a crítica em geral, eu particularmente gostei do primeiro filme, mesmo com todos os vícios do besteirol americano , a química de Ferrel e Wahlberg é inegável e neste segundo a boa parceria sobressai e com as arestas aparadas a sequência assume que  é um besteirol mas também tem seu lado família. 'Pai em Dose Dupla 2' assume a característica das boas comédias familiares dos anos 80 e 90 e concentra suas forças no ótimo elenco infantil que protagonizam cenas impagáveis, hilárias. 

A inserção dos pais de Dusty e Brad foi outro acerto. Mel Gibson e Joh Lithgow entram na série com a clara proposta de desconstruir o universo masculino -Toda essa baboseira de que homem não chora, não beija o filho ou não pode ser carinhoso, é colocada em questão de maneira leve e claro, bem humorada num tom que oscila entre o rasgado e o contido, mas que dá seu recado de maneira clara. 

Como não poderia deixar de ser, o clima de natal toma conta e também proporciona momentos icônicos, como a sequência em que toda família encena uma presépio vivo.  A comédia é sem sombra de dúvida, uma das melhores do gênero para se assistir com toda família dentre as lançadas esse ano.


Vale Ver ! 

DIREÇÃO
Sean Anders

EQUIPE TÉCNICA
Roteiro: John Morris, Sean Anders
Produção: Adam McKay, John Morris, Will Ferrell
Fotografia: Julio Macat
Trilha Sonora: Michael Andrews
Estúdio: Paramount Pictures
Montador: Brad Wilhite
Distribuidora: Paramount Pictures

ELENCO

Alessandra Ambrosio, Anastasia Mousis Sanidopoulos, Didi Costine, Joanie Catalano, John Cena, John Lithgow, Keli Grangroth, Ken Kansky, Linda Cardellini, Mark Wahlberg, Marybeth Paul, Mel Gibson, Molly Schreiber, Oscar Wahlberg, Owen Vaccaro, Rob Lévesque, Scarlett Estevez, Susan Garibotto, Will Ferrell, Yamilah Saravong

Nenhum comentário