Adsense Cabeçalho

PiTacO do PapO! 'Mojave' - 2016

NOTA 6.0


O deserto de Mojave , que inclusive dá nome ao título original do novo filme de William Monahan , é o ponto de partida de uma história de vingança e de embate de egos. O Thriller com elenco de peso,  mas ao mesmo tempo desperdiçado, infelizmente oferece muito menos do que promete. 


É lá nesse mesmo deserto na região da Califórnia, onde os acontecimentos motrizes do filme acontecem. É para lá que o jovem e rico cineasta Thomas (Garrett Hedlund, de Tron: O Legado) se dirige durante uma crise emocional com potencial suicida. Após abandonar seu jipe no meio do deserto e sair caminhando sem rumo, Thomas encontra o misterioso andarilho Jack (Oscar Isaac, em todas ultimamente), e ambos entram em um confronto que ultrapassa as barreiras do deserto, e coloca a vida de Thomas e todos a seu redor em risco.

O ponto mais negativo do longa é com toda certeza a narrativa cansada . Em alguns momentos a trama parece querer reagir e tomar o curso que esperamos dela,  mas aí percebemos que não é nada disso.  É notável o pouco envolvimento que o filme gera com o público , pois o roteiro não se dá ao trabalho de fazer as menções necessárias para que alguns personagens se introduzam na história, alguns inclusive , da mesma maneira que surgem na história,  desaparecem , sem revelar uma conexão coerente dentro do contexto. Se o filme tem algo de bom, isoladamente eu diria que é o ator Oscar Isaac , o ator foi de longe o motivo que me fez não dar 'stop' antes da conclusão,  seu forasteiro misterioso é o grande personagem da história. 

Roteirista ganhador do Oscar, responsável pelos roteiros de filmaços como 'Os Infiltrados' (2006), 'Cruzada' (2005) e 'O Fim da Escuridão' (2010), Monahan já havia se arriscado como diretor no irregular 'O Último Guarda Costas' (2010), e ao invés de se ater somente ao que realmente sabe fazer (escrever), Monahan entrou em “teimosia mode” e voltou à cadeira de diretor, apenas para quebrar a cara de maneira medonha com este arremedo de thriller sobre as consequências da vingança.



Vale Ver , Mas Nem Tanto !  




Crítica por Rogério Machado


Nenhum comentário