Adsense Cabeçalho

Dica do Papo ! ' Loucamente Apaixonados' - 2011

A dica de hoje é daquelas bem fofas:  'Like Crazy' estrelado por Anton Yelchin , falecido recentemente, e  Felicity Jones é um romance que retrata o amor a distância . Quem nunca passou por isso?  A saudade, a desconfiança e as horas pensando no que a outra pessoa estaria fazendo naquele momento , a contagem de dias para o reencontro... Quem nunca ? 

O grande barato do longa é não fazer floreios nessa realidade. Nada de invenções e movimentações exageradas para atrair público . O filme é o que ele é.  A direção de Drake Doremus (do recém lançado 'Equals')  é contida , realista mas com muita poesia na imagem. 


Eis a Sinopse :  


A inglesa Anna (Felicity Jones) está estudando nos Estados Unidos quando conhece Jacob (Anton Yelchin), um jovem americano. Eles apaixonam-se e vivem uma breve história de amor. A jovem ultrapassa o limite de estadia, violando o visto de estudos para ficar com o amado, e é expulsa do país. Morando em continentes diferentes, eles tentam manter uma relação à distância e lutam para ficar juntos outra vez.


 
Além de falar das dificuldades em se viver um relacionamento a distância, o filme ainda mostra como são rígidas as leis americanas para quem é imigrante. Um delito não é facilmente 'perdoado' e tudo se agravou mais depois do fatídico 11 de Setembro. No que diz respeito ao casal protagonista , sem retoques: Jones e Yelchin  são química pura,  as cenas tem doçura e força, mas sem soar exagerado. Não veremos nada de melodramas lacrimejantes. Doremos,na direção,  é simples e direto.  




O roteiro original foi inspirado nas próprias histórias dos roteiristas e a naturalidade das cenas denota um detalhe interessante :  a liberdade que direção deu ao improviso.  Sim, cada ator ficou a vontade para colocar quantos 'cacos' quisessem nas cenas. 

 

Afinal, como lidar com amor, confiança, ciúmes e fidelidade a mais de 7 mil km de distância? Não há respostas prontas, assim como não há nada preto no branco. Não há a “demonização” da traição como o grande vilão da história. Ambos erram e acertam ao mesmo tempo. Percebe-se que os dois querem estar juntos, mas chega a um ponto que, de tanto tentarem, eles não sabem mais como é ficar na presença um do outro. E eis o ponto forte do filme: podemos ter a certeza de que o amor pode vencer tudo? Ou não? A resposta está na cabeça romântica – ou não – de cada um.

'Loucamente Apaixonados' foi destaque no Festival de Sundance em 2011 e está disponível do sistema de streaming Netflix .  







'Papo de Cinemateca - Porque Cinema e Diversão é com a Gente Mesmo'. 

Nenhum comentário