Adsense Cabeçalho

PiTacO do PapO! ' O Escaravelho do Diabo ' - 2016

NOTA  8.3


Só de saber que um dos clássicos da literatura da minha infância,'O Escaravelho do Diabo' iria ser produzido para as telonas, não só na ocasião como agora ao assistir o filme, senti um cheirinho bom de livro, das salas de aula...  um cheirinho de adolescência. Tenho certeza que quem tem seus 'trinta e tantos' anos sabe exatamente do que estou falando.   Ah... que nostalgia boa !  


A história se passa na pequena cidade de Vale das Flores que é marcada por um crime surpreendente: o jovem Hugo Maltese (Cirillo Luna) é encontrado morto com uma antiga espada encravada no peito. O detalhe é que, antes de morrer, ele recebeu uma estranha caixa com um escaravelho dentro. Logo outra vítima é morta, após receber uma caixa semelhante. O delegado Pimentel (Marcos Caruso) e o garoto Alberto Maltese (Thiago Rossetti) começam a buscar este assassino em série, que escolhe seu alvo com uma característica em particular: são todas pessoas ruivas legítimas.


Com 'Escaravelho do Diabo', o diretor Carlo Milane faz sua estreia, e ele não poderia ter começado melhor:  é impressionante como ele consegue criar um clima propício e convincente para o suspense que esperamos que essa história tenha. Nada soa caricato , mal feito , ou pobre. A trilha sonora ,a montagem e a produção de arte funcionam em harmonia e o resultado é um filme inquietante ,mas na medida e ainda com extremo requinte. Outro ponto que merece destaque é o elenco : além de Caruso, o longa conta com Selma Egrei, Celso Frateschi e ainda Jonas Bloch. Mas não é só o elenco veterano que dá show, os protagonistas mirins Thiago Rosseti e Bruna Cavalieri também dão conta do recado.

Pra quem não se lembra, esta é uma adaptação de um clássico juvenil escrito por Lúcia Machado de Almeida.  A escritora era presença certa nas aulas de redação  e literatura de quem hoje tem trinta ou mais primaveras; além dessa obra, outras como  'O Caso da Borboleta Atíria' e 'Aventuras de Xisto' estão entre os sucessos da autora.  Voltando ao filme, felizmente dá pra dizer que a versão para os cinemas honrou o clássico que teve sua primeira edição datada de 1955, pode ser que o clímax final não tenha acompanhado  o ótimo ritmo do longa,  mas não chega a ser um problema.'O Escaravelho do Diabo' entrega um suspense legitimamente brasileiro e que não fica devendo nada pra muitos suspenses 'enlatados'  por aí .  



Vale Ver !


2 comentários: